Quem governa o seu coração – Pra. Carla Rosa

Juízes 5.32 e 6.1-9

Quem tem a centralidade do seu coração? Quem dita as suas escolhas?

A resposta é muito simples e nos mostra quem governa a nossas vidas. O livro de Juízes revela que isto é um fato. Em geral, o ser humano diante de um momento trágico ou num limite, é inclinado a buscar mais a Deus. Quando o calo aperta, todos nós temos maior tendência a nos aproximarmos do Senhor.

Durante quarenta anos teve paz em Israel, visto que a história do povo hebreu era composta por muitas guerras e lutas. À medida que se aproximava o final destas quatro décadas de bênçãos, o povo se distanciava do Pai, paulatinamente – semelhantemente à grande maioria dos seres humanos. Vitórias após vitórias, milagres após milagres, eles iam se esquecendo que a grande e poderosa mão do Senhor os sustentava e os protegia.

O resultado deste distanciamento era cair em desgraça

Tiveram que deixar as suas casas para viver em cavernas e covas. Os animais e suas edificações foram fortemente atacados pelos inimigos. Acuados, desprotegidos e ultrajados, os israelitas perderam tudo e muitas mortes ocorreram.

Diante desta problemática, eles tomaram uma decisão

Voltar para o Senhor. Entendendo que, sem a mão de Deus sobre suas vidas e sem estarem alinhados inteiramente com a vontade do Criador, não poderiam ter vida plena – deixando de experimentar a abundante vida prometida aos filhos de Abraão. Face à situação, clamaram e rasgaram os seus corações em arrependimento, buscando novamente os propósitos do Pai para suas vidas. Desta maneira, Deus liberou uma palavra profética para seu povo, restaurando toda uma nação.

Diante deste fato, aprendemos que o Senhor deseja fazer o mesmo em nossas vidas. Ele anela pela nossa aproximação, pela nossa decisão em servi-lo de todo o coração, em ter o controle e o domínio de tudo que nos abrange.

E qual é a sua decisão?

É tempo ainda de tomarmos o caminho de volta e sermos verdadeiramente felizes e abençoados.