Entregando tudo a Deus – Pra. Carla Rosa

Para ser uma Igreja Missionária à Serviço do Povo

Iniciamos este mês de Maio com o Retiro “Ouvir, Crer e Obedecer”, que será seguido de um movimento de oração, consagração e jejum, em um propósito de 21 dias (do dia 08/05/17 à 28/05/17) baseado em Gênesis 22, quando Abraão é conduzido por Deus a levar o seu filho Isaque ao monte para sacrificá-lo. Serão dias de muita entrega no altar, em prol de uma consagração mais intensa a Deus. Mais do que nunca teremos que obedecer integralmente ao Senhor. Neste tempo de propósito também estaremos orando pelo levantamento da nossa oferta especial de missões, que acontecerá no dia 28/05/17.

Para tanto, quero trazer a memória a experiência da Igreja da Macedônia. Segundo o texto de 2. Cor. 8:1-5, sabemos que essa igreja tinha grandes dificuldades financeiras e passava por muitas lutas (bem parecido com a situação que vivemos em nosso país). Mas, mesmo diante disso, eles não quiseram ficar de fora da oferta que foi levantada em prol dos irmãos da Judéia. Os Macedônios, prontamente, se colocaram à disposição para abençoar a igreja da Judéia, fazendo além das suas forças.

v.3 “Porque eles, testemunho eu, na medida das suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários.”

A mobilização da igreja da Macedônia sensibilizou muito o apóstolo Paulo, porque eles não deram justificativas para se omitir, e, não se sentiram melindrosos porque não haviam sido chamados para participar da oferta, mas tomaram a decisão voluntária de entregar a Deus o seu melhor.

v. 5 “E não somente fizeram como nós esperávamos, mas também deram-se a si mesmos primeiro ao Senhor, depois a nós, pela vontade de Deus”.

Paulo destaca que o segredo da igreja da Macedônia é que eles entenderam de fato o que é o Evangelho. Eles sabiam que Deus não esperava deles apenas um pouco do seu tempo, um pouco da sua atenção, um pouco do seu esforço. Eles sabiam que deveriam, primeiramente, entregar TUDO a Deus. Os Macedônios não buscaram ajustar o Evangelho a suas vidas, ao contrário, eles ajustaram suas vidas ao Evangelho. Doar-se a Deus é algo sério. Fala de uma rendição plena, de uma entrega completa, sem restrição. É fazer a opção voluntária de viver no nível de amor sacrificial.

Em João 15:13 Jesus disse: “ninguém tem maior amor do que este: de dar alguém a própria vida em favor dos seus amigos.”

Os Macedônios captaram a essência do Evangelho e aplicaram de forma extraordinária em suas vidas. Isso nos sinaliza que existe um caminho de entrega a Deus a ser trilhado que passa por alguns pontos destacados a seguir:

1. Primeiro, é necessário entregar-se a Deus de forma irrestrita.
2. Em segundo lugar, quem se entrega a Deus, abraça o nível de amor sacrificial.
3. Em terceiro lugar, entende que amar Deus é amar ao próximo, as pessoas.
4. Em quarto lugar, é ter disposição para obedecer a Deus.

Quando aplicamos isso nas nossas vidas, estamos sendo uma igreja missionária à serviço do povo. Estamos saindo do nível da mediocridade da fé e avançando ao nível de maturidade.

Queridos, minha oração e desejo é que cada um viva este nível de experiência que a Igreja da Macedônia viveu, a ponto de entregar-se, sem reserva alguma, a Deus e às pessoas.

Que venha o Mês de Maio com muita alegria e que possamos OBEDECER e nos ENTREGAR a Deus, de uma forma que nunca fizemos antes.

Em Cristo,

Pra. Carla Alves Rosa